R.E.M.- Prólogo

Quando foi que a verdade deixou de ter graça?

Quando bem mais novo, eu sempre contava aos outros sobre aventuras que aconteciam em reinos reinos distantes. Os fortes e destemidos heróis que lá viviam; as belas e bondosas princesas que lá governavam; os temíveis, mas incríveis monstros que moravam nas profundezas das masmorras mais escuras. Os olhos de meus amigos brilhavam enquanto eu descrevia cada cena, e os sorrisos  que conseguia deles era todo pagamento que eu precisava.

E em meio aos protestos de ”E então, o que aconteceu!?” e ”Continua!” sempre alguém mais inocente me perguntava ”Isso é tudo verdade?”. Eu sorria da maneira mais legal que conseguia (pensando agora, eu devia parecer bem besta) e respondia ”Eu pareço um mentiroso?”. E de fato, no fundo eu acreditava em cada pequeno mito que se formava em minha mente infantil, da mesma forma que acreditava em Papai Noel, Coelho da Páscoa e nos Power Rangers.

Mas agora parece que tudo isso não passa de uma memória esquecida.

Alguns dos meus antigos amigos se mudaram.

”Contar estorinhas é coisa de criança”.

Outros arrumaram outros interesses.

”Não tenho tempo para isso”.

Minha fisionomia deve ter mudado com os anos, pois durante um tempo eu fiquei conhecido como um mentiroso.

”Mas é claro que nada disso é verdade.”

Só é mentira se você não acredita realmente, sabia!?… Mas no fim eu mesmo comecei a deixar de acreditar em minhas estórias, então acho virei um mentiroso mesmo.

Ao iniciar o oitavo ano em minha escola eu já tinha me rendido à realidade e evitava ao máximo pensar em reinos distantes e monstros temíveis. Faziam alguns anos que não tentava mais contar estórias, apesar de continuar escrevendo contos em um caderno que mantinha em segredo. Eu tinha desistido da magia e fantasia por uma verdade monótona, porém segura.

Estava apenas levando cada dia normal e tranquilamente. E tudo teria se mantido desta forma, não fosse a chegada de uma nova aluna.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s